quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Alfarrábios do Melo


Saudações flamengas a todos,

O site Globoesporte resolveu perguntar qual o maior cobrador de faltas de todos os tempos, apenas para colher a resposta óbvia. Zico, Zicão, Zicaço, o Galinho de Quintino, cuja perícia no assunto encantou brasileiros, italianos e virou até letra de música na inesquecível voz de Jorge Ben, hoje Benjor.


Assim, para ilustrar a pesquisa, trago aqui onze pérolas. Onze preciosidades da lavra do Galo. Sem mais delongas, vamos aos vídeos. O último deles é raríssimo.

* * *
11 - FLAMENGO 3-0 DEPORTIVO CALI-COL, 1981, Taça Libertadores, Semifinal

O goleiro Valencia aprende da pior forma possível que não é recomendável tentar agarrar uma cobrança de falta de Zico. Bola cheia de efeito, escorrega como quiabo. Caixa. Terceiro e último gol da tranquila vitória flamenga, rumo à Final.

video


* * *
10 - BOTAFOGO 1-1 FLAMENGO, 1980, Campeonato Estadual RJ, Primeiro Turno

Cai um dilúvio no Maracanã, o rubro-negro vai perdendo. Até surgir esta falta. Zico bate forte, rasteiro. A bola descai e quica na grama molhada matando o goleiro Paulo Sérgio. O efeito é impressionante, um tiro indefensável.

video


* * *
09 - FLAMENGO 5-1 GRÊMIO, 1976, Campeonato Brasileiro

Zico avança com a bola, é derrubado por três. Um deles, o lateral Eurico, resolve provocar. O Galinho, com raiva, manda essa bomba, que arrebenta as redes. E depois, dedo em riste, manda o falastrão buscar no fundo. É o quarto da goleada.

video


* * *
08 - FLAMENGO 5-1 CORINTHIANS, 1983, Campeonato Brasileiro

O primeiro tempo vai chegando ao final, o Flamengo vence por 1-0, Surge esta falta. Zico acerta uma trajetória dificílima em que a bola, rasteira e quicando, pega uma curva pra fora, tirando de Leão. O gol incendeia o Maracanã e o time, que voltará voando do intervalo.

video


* * *
07 - FLUMINENSE 0-5 FLAMENGO, 1989, Campeonato Brasileiro

Um gol triste. O último. Bola macia, na gaveta de Ricardo Pinto, que diria ser "uma honra". Que lindo. E agora, como é que eu fico, nas tardes de domingo?


video


* * *
06 - FLAMENGO 2-0 COBRELOA-CHI, 1981, Taça Libertadores, Final

O Flamengo está melhor, mas a partida é tensa. O Cobreloa ensaia avançar o time. Num contragolpe, surge esta falta. Zico, que estudara os movimentos do goleiro Wirth, está parado, matreiro. No momento que o arqueiro dá um passo pro lado direito, o Galinho bate rápido (perceba-se como ele arranca subitamente pra bola) e manda do lado esquerdo, no contrapé do chileno. Gol tido como o mais importante da carreira de Zico. 


video


* * *
05 - BOTAFOGO 3-3 FLAMENGO, 1989, Campeonato Estadual RJ, Taça Rio

Chuva torrencial no Maracanã. Falta relativamente distante. Mas Ricardo Cruz, goleiro alvinegro, deixa uma toalhinha pendurada nas redes. Vai servir de "mira" pra Zico, que manda exatamente a bola ali. Um tiro seco, forte, espetacular. Mais um gol de falta na chuva contra o Botafogo. Como curiosidade, a comemoração de Zico nesse lance dá origem à famosa foto que está exposta na página principal aqui do Buteco, no canto direito (rolando a tela pra baixo). 

video


* * *
04 - FLUMINENSE 1-4 FLAMENGO, 1986, Campeonato Estadual RJ, Taça Guanabara

Aos que embarcaram na onda do "bichado", esta obra-prima de classe e sutileza. Paulo Victor estático, imóvel. Lance emblemático para ilustrar uma das mais perfeitas atuações individuais de Zico em sua carreira. Zicovardia.

video


* * *
03 - FLAMENGO 6-2 PALMEIRAS, 1980, Campeonato Brasileiro

É um gol muito semelhante ao do Fla-Flu de 1986, o que mostra o rigor e a precisão da técnica do Galinho. Neste lance a bola pega um pouco mais de força, enquanto na cobrança de 1986 a trajetória é um pouco mais sinuosa. É o segundo da goleada.

video


* * *
02 - FLAMENGO 3-1 SANTA CRUZ, 1987, Campeonato Brasileiro

Nessa primorosa cobrança, Zico mostra a inusitada "falta de pé trocado". Numa trajetória antológica, divina, mística, que não parece humana, o Galo faz a bola abandonar-se, sem peso, nas redes de Birigui. O volante Zé do Carmo (que atua como zagueiro) salta e vira de costas, "queria ver o gol de perto", diria. Perceba-se a estupefação dos jogadores pernambucanos. Na opinião do colunista, é o mais belo gol de falta de Zico pelo Flamengo. Uma coisa linda, de arrepiar, pra emoldurar,

video


* * *
01 - FLAMENGO 4-1 FLUMINENSE, 1976, Amistoso

Amistoso de pré-temporada para celebrar o troca-troca entre Fla e Flu. Mas quem brilha é Zico, que marca simplesmente os quatro gols do Flamengo. O segundo, de falta, será reconhecido pelo Galinho como o mais difícil de toda sua carreira. O motivo, o goleiro tricolor Renato, que até o ano anterior treinava junto com Zico no Flamengo e conhecia todas as suas manhas. A bola passa rente, lambendo as duas traves da gaveta, com força e jeito (recomendo pausar o vídeo). Perceba-se o esforço desumano que Renato faz para alcançar a bola, trocando e destrocando mãos, em vão. No dia seguinte, os jornais exclamam, "Mas que Zicovardia..."


video

* * *

Boa semana a todos,